#4

#4 carta para o teu irmão (ou parente mais próximo)



Meu Irmão,

apesar de tudo e todos, és meu irmão de sangue, e mesmo que eu queira muito isso nunca ninguém irá mudar. mesmo apesar das cosas feias que por vezes dou por mim a dizer-te, ma apesar disso és meu irmão, e no que depender de mim, nunca ninguém te irá fazer mal, só depois de passar por mim! sabes que não gosto de te ver mal, e sabes que tens de mudar certas coisinhas em ti para melhorares, mas eu sei que consegues e vais sempre ter-me do meu lado. apesar de por vezes me irritares muito, de ires fazer queixas aos pais e de lhes ires contar coisas que eu não quero, eu sempre gostei muito de ti. vi-te crescer, acompanhei-te sempre, ajudei-te a andar e a aprender a falar, joguei ás escondidas e á apanhada, fiz puzzles, dei o pino e fiz cambalhotas, corri muito, joguei á bola, brinquei contigo sempre, desde que nasceste, e isso torna tudo muito mais sério, e por muito que te possa dizer que não gosto de ti, estou a mentir-te. eu adoro-te mano!

com um grande abraço e um grande beijinho nessa tua bochecha linda,
a tua irmã,
inês rebelo

10 comentários:

Pois, eu disse...

O amor de irmãos é muito engraçado, quando queremos conseguimos ser muito mauzinhos para eles, mas depoiis lá no fundo amamo-los do fundo do nosso coração :)

sofia disse...

talvez seja mesmo querida , obrigada *
também estou a seguir *-*

adriana m. disse...

tenho de pensar em criar um, então :)
os irmãos (a maior parte deles) dão-se mal mas gostam muito uns dos outros, é sempre.

anacarina. disse...

obrigada (:
que boniito *-*

adriana m. disse...

claro :) é como eu e o meu.

sofia disse...

de nada querida *-*

Ana Rebelo disse...

Obrigada

sofia disse...

acredita que é mesmo querida :')

adriana m. disse...

sim é isso mesmo, um sonho. mas quanto mais temos mais queremos, e será assim sp.

adriana m. disse...

houve uma altura que só se ouvia aquela música em todo o lado, todas as festas.